Weby shortcut
logo sus 30 anos topo site

Disciplinas De Núcleo Específico Optativo

<<Voltar

 

Índice

Alimentação Escolar
Análise Sensorial de Alimentos
Dietoterapia em Pediatria
Inquéritos Dietéticos
Libras
Nutrição e Saúde do Trabalhador
Pesquisa Experimental em Nutrição
Plantas medicinais e fitoterápicos
Vegetarianismo

 

 

Alimentação Escolar 

Ementa:

Política Nacional de Alimentação e Nutrição e a interface com o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Gestão na alimentação escolar. Controle social e o PNAE. Educação promotora de saúde na alimentação escolar.

 

Referências Básicas:

-     BRASIL. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Lei 11.947 de 16 de junho de 2009. Dispõe sobre o atendimento da alimentação escolar e do Programa Dinheiro Direto na Escola aos alunos da educação básica. Disponível em: <http://ftp.fnde.gov.br/web/pdde/ lei_11947_16062009.pdf>.

-     BRASIL. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Resolução nº 38 de julho de 2009. Dispõe sobre o atendimento da alimentação escolar aos alunos da educação básica no Programa Nacional de Alimentação Escolar - PNAE. Disponível em: <http://ftp.fnde.gov.br/web/resolucoes_2009/ res038_16072009. pdf>.

-     VALENTE, F. L. S. Direito Humano à Alimentação: desafios e conquistas. Ed. Cortez. São Paulo, 2002. 272 p.

 

Referências Complementares:

 

-     BRASIL. Ministério da Saúde.  Política Nacional de Alimentação e Nutrição. Brasília: Ministério da Saúde; 2011. Disponível em: <http://www.saude.gov.br/>.

-     BRASIL. Câmara Interministerial de Segurança Alimentar e Nutricional. Plano Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional: 2012/2015. Brasília: Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome; 2011. Disponível em: <http:// www.mds.gov.br/>.

-     BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução RDC nº 216, de 15 de setembro de 2004. Dispõe sobre regulamento técnico de boas práticas para serviços de alimentação. Brasília, DF: ANVISA, 2004.  Disponível em: http://www.anvisa.gov.br/ e-legis/.

-     BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Coordenação – Geral da Política de Alimentação e Nutrição. Guia Alimentar para a população brasileira: Promovendo a alimentação saudável/ Alimentação e Nutrição. Brasília: Ministério da Saúde, 2006. 210p.

-     BRASIL. Ministério da Saúde. Ministério da Educação. Portaria Interministerial nº 1010, de 8 de maio de 2006. Institui as diretrizes para a promoção da alimentação saudável nas escolas de educação infantil, fundamental e nível médio das redes públicas e privadas, em âmbito nacional. Brasília, DF: MS, MEC, 2006. Disponível em: http://dtr2001.saude.gov.br/sas/PORTARIAS/Port2006/GM/GM-1010.htm.

-     BRASIL. Resolução CFN n. 358 de 18 de maio de 2005. Dispõe sobre as atribuições do Nutricionista no âmbito do Programa de Alimentação Escolar (PAE) e dá outras providências. Disponível em: http://www.cfn.org.br.

 

 

Análise Sensorial de Alimentos 

 

Ementa:

Conceitos, histórico, aplicações e atributos sensoriais. Condições de Teste. Diferentes tipos de testes e Análise de Dados. Testes específicos com consumidores. 

 

Referências Básicas:

-       ALMEIDA, T. C. A.; HOUGH, G.; DAMÁSIO, M. H.; SILVA, A. A. P. Avanços em análise sensorial. São Paulo: Varela Editora e Livraria, 1999. 286p.

-     DELLA LUCIA, S. M.; MINIM, V. P. R.; CARNEIRO, J. D. S.; REIS, R. C.; CARNEIRO, J. C. S.; SILVA, C. H. O.; MINIM, L. A; REGAZZI, A. J. Análise sensorial - estudos com consumidores. Viçosa: UFV, 2006. 225p.

-     FARIA, E. V.; YOTSUYANAGI, K. Técnicas de análise sensorial. Campinas: ITAL/LAFISE, 2002. 116 p.

 

Referências Complementares:

-        TEIXEIRA E. Análise sensorial de alimentos, 1987.

-        CHAVES, J.B.P.; SPROESSER, R.L. Práticas de laboratório de análise - sensorial de alimentos e bebidas.Viçosa: Editora UFV, 1993. 81p. (Cadernos didáticos, 66).

-        CHAVES, J.B.P. Métodos de diferença em avaliação sensorial de alimentos e bebidas. Viçosa: Editora UFV, 1998. 91p. (Cadernos didáticos, 33).Normas Técnicas da ABNT relativas ao assunto.

 

 

Dietoterapia em Pediatria 

 

Ementa:

Nefropatias, doença do trato gastrointestinal e crianças com necessidades especiais.

 

Referências Básicas:

-     MAHAN. L. K.; ESCOTT-STUMP, S. Alimentos, nutrição & dietoterapia. 11. ed. São Paulo: Roca, 2005.

-     ACCIOLY, E.; SAUNDERS, C.; LACERDA, E. M. A. Nutrição em obstetrícia e pediatria. Rio de Janeiro: Cultura Médica, 2003.

-     LOPEZ, F. A.; BRASIL, A. L. D. Nutrição e dietética em clínica pediátrica. São Paulo: Atheneu, 2003.

 

Referências Complementares:

-     ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE. Manejo da desnutrição grave: Um manual para profissionais de saúde de nível superior (médicos, enfermeiros, nutricionistas, e outros) e suas equipes de auxiliares.

-     SHILLS, M. E.; OLSON, J. A.; SHIKE, M.; ROSS, A. C.  Modern nutrition in health and disease. 9. ed. Baltimore: Williams & Wilkins, 1999.

-     SIQUEIRA, P. P; LUZ; SYLVANA DE, A. B. Nutrição em pediatria – Aspectos básicos. 1. ed. Alagoas: Edufal, 2008.

-     SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA. Manual prático de atendimento em consultório de pediatria. 2006. Disponível em: <www.spb.com.br>.

-     WAITZBERG, D. L. Nutrição oral, enteral e parenteral na prática clínica. 3. ed. São Paulo: Atheneu, 2000. 2 v.

 

 

Inquéritos Dietéticos

 

Ementa:

Evolução dos métodos. Os métodos de coleta da informação dietética, vantagens, limitações e interpretações.  A natureza da variação da dieta. A utilização das investigações dietéticas na medida epidemiológica das doenças nutricionais.

 

Referências Básicas:

-     FISBERG, R. M.; SLATER, B.; LOBO, D. M.; ARAÚJO, M. Inquéritos Alimentares. Métodos e bases científicas. São Paulo: Manole: 2005.

-     KAC, G. Epidemiologia Nutricional. Rio de Janeiro: Fiocruz/Atheneu, 2007. 579p.

-     MINISTÉRIO DA SAÚDE. Guia alimentar para a população brasileira. Brasília: Ministério da saúde, 2005.

 

Referências Complementares:

-     VASCONCELOS, F. A. G. Avaliação nutricional de coletividades. 2. ed. Florianópolis: UFSC, 2007. 186 p.

-     SHILS, M. E; OLSON, J. A; SHIKE, M.; ROSS, A. C. Tratado de nutrição moderna na saúde e na doença. 9. ed. Barueri: Manole, 1999. 1951 p.

 

 

Libras 

 

Ementa:

Introdução a Língua Brasileira de Sinais (Libras):  Introdução a Língua
Brasileira de Sinais – LIBRAS. Apresentação de conteúdos gerais relativos a
comunicação visual e regras gramaticais específicas. Estudo da legislação
específica.

 

Referências Básicas:

 

FELIPE, T.; MONTEIRO, M. S. LIBRAS em contexto. Curso Básico. Brasília: Ministério da Educação e do Desporto/Secretaria de Educação Especial, 2001.

PEREIRA, M. C. C., CHOI, D. (et alli). LIBRAS – Conhecimento além dos sinais. São Paulo: Pearson, 2011.

PIMENTA, N.; QUADROS, R. M. Curso de LIBRAS 1 – Iniciante. 3 ed. Porto Alegre: Pallotti, 2008.

 

Referências Complementares:

-     SACKS, O.. Vendo vozes: uma viagem ao mundo dos surdos. Tradução Laura
Motta. São Paulo: Editora Cia. das Letras, 1999.

-     FONSECA, V. Inclusão: uma guia para educadores. Porto Alegre: Artes
Médicas,1999.

-     GÓES, M. C. R. Linguagem, surdez e educação. Campinas, SP:
Editora: Autores Associados, 1999.

 

 

Nutrição e Saúde do Trabalhador 

 

Ementa:

Conceitos e evolução da Saúde do Trabalhador, Aplicações práticas das Normas Regulamentadoras; Qualidade de Vida no Trabalho; Segurança Alimentar e Nutricional em Saúde do Trabalhador; Saúde, Ética e Meio Ambiente no trabalho.

 

Referências Básicas:

-     ABREU, E. S.; SPINELLI, M. G. N.; ZANARDI, A. M. P. Gestão de Unidades de Alimentação e Nutrição: um modo de fazer. São Paulo: Metha, 2009. 202 p.

-     CHIAVENATO, I. Gestão de pessoas: o novo papel dos recursos humanos. 3 ed. Rio de Janeiro: CAMPUS, 2009. 624p.

-     MANUAIS DE LEGISLAÇÃO ATLAS. Segurança e medicina do trabalho: lei nº 6.514 de 22 de Dezembro de 1977; normas regulamentadoras (NR) aprovadas pela portaria nº 3.214, de 8 de junho de 1978; normas regulamentadoras rurais (NRR) aprovadas pela portaria nº 3.067, de 12 de abril de 1988. 54. ed. São Paulo: Atlas, 2004. 771 p.

 

Referências Complementares:

-     MINISTÉRIO DA SAÚDE (Brasil). Representação no Brasil da OPAS/OMS. Doenças relacionadas ao trabalho: manual de procedimentos para os serviços de saúde. Brasília: Ministério da Saúde, 2001. 580p.

-     MENDES, R. Medicina do trabalho e doenças profissionais. São Paulo: Sarvier, 1980. 573 p.

-     MOURA, R. A. Ética no meio ambientes do trabalho. São Paulo: Juarez de Oliveira, 2004. 164 p.

-     SALIBA, T. M.; SALIBA, S. C. R. Legislação de segurança, acidente do trabalho e saúde do Trabalhador. São Paulo : LTr, 2002. 454 p.

 

 

Pesquisa Experimental em Nutrição 

 

Ementa:

Conceitos e princípios gerais da pesquisa experimental. Pesquisa experimental em nutrição: natureza, características, problema e hipótese científicos, objetos de estudo, metodologias. Estudos em modelos animais. Estudos de intervenção em humanos.

 

Referências Básicas:

-     CAMPANA, A. O. Introdução à investigação clínica. São Paulo: Trianon,1995. 158 p.

-     FLETCHER, R.; FLETCHER, S. Epidemiologia clínica: elementos essenciais. 4. ed. São Paulo: ARTMED, 2006. 266 p.

-     VIEIRA, S.; HOSSNE, W. S. Metodologia científica para a área da saúde. 4. reimp. Rio de Janeiro: Campos/Elsevier, 2003. 192 p.

 

 

 

Referência Complementar:

-     ESTRELA, C. Metodologia científica: ciência, ensino, pesquisa. 2. ed. São Paulo: Artes Médicas, 2005. 808 p.

-     NAVES, M. M. V. Qualidade nutricional de proteínas: métodos biológicos de avaliação. Goiânia: Faculdade de Nutrição/ UFG, 2000. 18p. (Texto didático).

-     NAVES, M. M. V. Animais experimentais e biotérios: aspectos básicos. Goiânia: Faculdade de Nutrição/ UFG, 1999. 31p. (Texto didático).

 

 

Plantas medicinais e fitoterápicos

 

Ementa:

 

Conceitos importantes. Política públicas relacionadas com plantas medicinais e fitoterápicos. Princípios ativos vegetais. Noções de controle de qualidade. Principais preparações fitoterápicas. Plantas que atuam no sistema digestivo, sistema nervoso central, no sistema endócrino e obesidade. Plantas antioxidantes, tônicas e adaptogênicas. Noções de toxicidade de plantas medicinais. Interações medicamentosas envolvendo plantas medicinais e fitoterápicos.

 

Referencias Básicas:

-     ALONSO, J. R. Tratado de Fitofármacos Y Nutracéuticos. 2. ed. Buenos Aires: Corpus Editorial, 2007.

-     SCHULZ, V.; HANSEL, R.; TYLER, V. E. Fitoterapia Racional. 4. ed., Barueri,São Paulo: Ed. Manole, 2002.

-     SAAD, G. A. et al. Fitoterapia Contemporânea: tradição e ciência na prática clínica. São Paulo: Ed. Elsevier, 2009.

 

Referências Complementares:

-     ALONSO, J. R. Tratado de Fitomedicina. Bases Clínicas y Farmacológicas. Buenos Aires: Isis  Ediciones SRL, 1998.

-     FERRO, D. Fitoterapia: conceitos clínicos. São Paulo: Atheneu, 2006.

-     LEITE, J. P. V. Fitoterapia: bases científicas e tecnológicas.São Paulo:Editora Atheneu,  2008.

-     NEWAL, C. A; ANDERSON, L. A.; PHILLIPSON, J. D. Fitoterapia: guia para o  profissional de Saúde. São Paulo: Editorial Premier, 2002.   

-     WHO Monographs on selected medicinal plants. Geneva: World Health Organization. v.1 (2000), v.2 (2002), v.3 (2007) e v. 4 (2009).

 

 

Vegetarianismo 

 

Ementa:

 

Classificação de vegetarianismo. Alimentação vegetariana e implicações para a saúde. Perfil nutricional, recomendações nutricionais e planejamento alimentar para vegetarianos. Desenvolvimento de receitas saudáveis para elaboração de plano alimentar para vegetarianos.

 

Referências Básicas:

-     SHILLS, M. E.; SHIKE, M.; ROSS, A. C.; CABALLERO, B.; COUSINS, R. J. Nutrição moderna na saúde e na doença. 10. ed. Barueri: Manole, 2009. 2222 p.

-     MOTA, E. D. Alimentação natural: uma opção que faz diferença. Petrópolis: Vozes, 2005. 303 p.

-     ELLIOT, R. A autêntica cozinha vegetariana. São Paulo: Manole, 1995. 160 p.

 

Referências Complementares:

-     MCKEITH, G. Você é o que você come: a dieta definitiva. Rio de janeiro: Elsevier, 2006. 223 p.

-     ANDRE, J. Equilíbrio nutricional do vegetariano. São Paulo: Manole, 1991. 201 p.

-     INSTITUTE OF MEDICINE (IOM). Dietary reference intakes: the guide to nutrient requirements. Washington: The National Academies Press, 2006. 543 p.

-     USDA - UNITED STATES DEPARTMENT OF AGRICULTURE. Mypyramid.gov: vegetarian diets. 2010.Disponível em: <http://www.mypyramid.gov/tips_resources /vegetarian_diets.html>. Acesso em: 01 jun 2010.